Informação sobre doenças da tireoide, causas, sintomas e tratamento das doenças da tireoide, incluindo os nódulos da tireoide, tireoidites, hipertireoidismo e hipotireoidismo, identificando formas de curar ou aliviar os problemas associados.


Hipertireoidismo e hipotireoidismo congênito

Hipertireoidismo congênito é raro em recém-nascidos. Hipertireoidismo congênito transitório é provocado por doença de Graves materna. Imunoglobulina, estimuladora da tireoide passa da mãe para o feto através da placenta e causa tireotoxicose no feto e, posteriormente, no recém-nascido. Depois que o bebê nasce, a melhora é rápida se a condição for tratada com medicamentos antitireoidianos e o hipertireoidismo vai diminuir dentro de várias semanas. Hipertireoidismo congênito persistente é uma doença auto-imune não-familiar. Ela é causada por uma mutação genética que resulta num aumento da atividade constitutiva do receptor de TSH.
O hipotireoidismo congênito, devido a deficiência de iodo materno, é a principal causa de retardo mental evitável. Durante o tratamento da hormona da tireoide durante a gravidez, bem como da terapia de iodo materna prolongada (mais do que duas semanas de terapia ou superior a 1000 ug/iodo) pode também causar hipotireoidismo congénito. A condição é agravada pela coexistência de deficiências de selênio e vitamina A, ou deficiência de ferro. O tratamento para o hipotireoidismo neonatal deve ser iniciado o mais cedo possível, já que cada dia de atraso pode resultar em perda de QI. Se não for tratado, logo após o nascimento (nos primeiros 18 dias de vida), o atraso mental resultante vai ser irreversível.

Índice dos artigos relativos a Tireoide e doenças da tireoide
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL